“Numa altura em que os valores familiares se alteram, rege a necessidade de fomentar a importância das relações intergeracionais, dignificando a figura do avô e o seu papel, de modo a potenciar e a revalorizar socialmente o seu estatuto. (…) Neste entrelaçar, a transmissão de saberes não é linear, ambas as gerações possuem sabedorias distintas, o que possibilita que se dê origem a uma história em comum, a partir da experiencia de cada um, funcionando como uma via dupla, pois ambos ensinam e ambos aprendem.” (Oliveira, 2010)

As crianças da sala de 1 e 2 anos da Creche Rosas Amorim Vieira estiveram no passado dia 17 de Julho a lanchar com os idosos que frequentam o Centro de convívio de Jugueiros, num dia marcado pelo convívio, pela partilha e por vários sorrisos.

Durante o dia, um dos presentes, Norberto Sampaio Martins, decidiu brindar os presentes com a leitura de um poema da sua autoria, intitulado “O melhor do mundo são as crianças”:

Meninos e Meninas, no vosso viver duro,

Vos dê Deus o futuro de um mundo melhor!

Meninos e Meninas, enquanto sois crianças

Não percais a esperança da paz e do amor!

Meninos e meninas, sabeis que há ódios na terra,

Sabeis que no mundo há muita maldade,

Pois há tantos e tantos que falam de guerra

E tão pouco sabem da realidade!

Esta poesia decidi fazer:

Poesia de amor e não de vinganças

Pois a todos vos dou muito valor

Porque eu sempre, sempre gostei de crianças!

Vós viestes a Jugueiros, os idosos visitar,

Pessoas competentes olham por vós:

Um abraço forte aos vossos professores

E mil beijinhos para cada um de vós.